Médica brasileira contatada e seu trabalho de cura junto aos extraterrestres no Brasil

As alegações de pessoas que dizem já ter vivido ou que ainda mantém contatos com seres e consciências oriundas de fora do planeta Terra vem crescendo e seguem somando às estatísticas globais a cada novo dia. Sabemos bem que muitas dessas alegações são inverdadeiras ou contraditórias perante aos estudos e a história da casuística ufológica humana.

Mais impressionados ficamos, diante de um testemunho que possui uma vida inteira de contatos, experiências extrafísicas e mediúnicas além de carregar o fascinante ato de ajudar e curar milhares de pessoas através de seus dons mediúnicos e seu contato direto com seres extraterrestres.

dr.monica05

Doutora Mônica Medeiros, 51 anos, médica cirurgiã formada pela Universidade de Campinas (Unicamp), em 1983, com especialização na Universidade de Illinois, em Chicago – EUA, entre 1988 e 1990, quando se tornou membro da Sociedade Internacional de Cirurgia.

Mônica nasceu em uma família cuja a mediunidade sempre foi muito forte e desde muito pequena, Mônica via entidades e seres mesmo sem ter noção do que eram, e inclusive, afirma que brincava com tais seres na maior inocência. Nesta época, era muito apegada a seu avô, então a um mês antes de ele falecer, Mônica teve um sonho prevendo o acontecido, o que deixou sua família muito intrigada.

O começo de tudo

Após o desencarne de seu avô, Mônica sentia muita falta da presença que ele representava em sua existência. Foi então que, conforme Mônica relata, a consciência do seu avô passou a visitá-la, à noite, contando histórias e cantando assim como fazia em vida. Um dia ele “disse” para Mônica, que não poderia mais visitá-la, mas que, alguns amigos viriam em seu lugar.

Algum tempo se passou e em certo dia, Mônica acorda e vê um ser branco, translúcido em posição de yoga flutuando acima de sua cama. Este ser, de alguma forma se comunicou com a pequena Mônica dizendo:
– Eu sou amigo do vovô!
Na época, Mônica gostava muito do personagem “Gasparzinho” e prontamente, associou a entidade a seu personagem infantil favorito, o que tranquilizou e confortou sua percepção do mundo naquele instante.

Foi quando este ser abriu a mão e nela havia uma esfera vermelha. Esta esfera levitou e se transformou no planeta Terra, foi quando o “gasparzinho” “falou:”
“- Eu vou continuar aquilo que seu avô começou.”

Então, aquela esfera que se converteu no planeta Terra, este ser começou a mostrar para Mônica diversos eventos que já aconteceram e que viriam a acontecer em nosso planeta; Mudanças geofísicas que  passaram e que viriam.

Foi quando tal ser, lhe revelou o fato de que ela a Drª Mônica, teria uma missão muito importante aqui no planeta Terra. A missão de fazer um hospital para os pobres e que ela não poderia se desviar de tal objetivo. Os encontros com este continuaram até que certo dia, assim como fizera seu querido avô, este seu “amigo visitante” anunciou que também não viria mais, porém, alguns amigos viriam em seu lugar.

NASA-preve-vida-2025-PRECARACAO

Os amigos cinzentos

Pois bem, os amigos que vieram eram seres que conhecemos como Greys. Baixinhos, cabeçudos de olhos enormes e pele acinzentada. Com estes seres, ela era abduzida e conduzida a nave destes seres, passou por diversos experimentos e mudanças genéticas para que Mônica se tornasse capacitada a receber e não esquecer dos enxertos de informação, da programação que ela estaria designada a receber.

O ser que era mais próximo a Mônica e que se chama ZILOK, lhe dava as explicações. Inclusive a função de cirurgiã, teria sido algo que já estaria em tal agenda extraterrestre, para que no futuro, Mônica estivesse capacitada a receber missões bem mais complexas. Isso ocorreu aos seus 5 anos de idade.

Greys e as emoções

Zilok explicou a Mônica, que sua espécie sofreu processos de clonagem muito intensos em Zeta Reticuli, região do universo de onde os Greys proveem, e esse processo fez com que a especie perdesse carga genética, e isso condenou a especie deles a uma morte emocional pois acabaram parando de sentir dor, medo e emoções. Apesar de sofrerem o processo reencarnatório.

O que eles vieram buscar na Terra é material genético. Os híbridos que começaram a nascer a partir de um cruzamento com a raça humana, também propiciaram o encarne e desencarne de espíritos funcionários que acabaram por “acordar” a especie Grey. Com isso, a raça passou de vilã a aliada em prol da evolução da raça humana.

” Eu lembro de uma abdução em que eles me espetaram, doeu e eu gritei. Zilok olhava para mim com total incompreenção, seu carinho era evidente mas se questionava o porque de Mônica vocalizar em resultado da dor.

dr.monica07



Trabalho de Cura

Em São Paulo, existe um “centro espírita” onde a Dra. Mônica e outros médiuns e contatados, desenvolvem suas atividades. Um lugar onde não só se acredita em seres extraterrestres como também, lá se desenvolve um trabalho espiritual e energético em conjunto com seres de outros mundos, é a Casa do Consolador.

A casa do consolador fica no bairro da Saúde na zona Sul de São Paulo. Fundada a mais de 20 anos e desde 2004, segundo os responsáveis pelo centro, desenvolvem trabalhos com seres de outros planetas.

A mudança na casa, depois que eles vieram foi muito sutil, mas é nítida a diferença depois que eles vieram, porque eles são muito éticos… ” –  Drª Mônica de Medeiros

Todas as segundas, cerca de 400 pessoas passam pelo local e recebem aplicações de Reiki, passes espirituais e nos casos mais extremos, submetidos a cirurgias espirituais, orientadas por entidades de outro planeta.

Mônica de Medeiros

Uma proposta de outro mundo

A médium Mônica, conta que foi contatada em 2003 pela entidade extraterrestre chamada Shellyana, que coordena todo o trabalho exercido na Casa do Consolador.

Mônica conta que certo dia, seguia a exercer suas atividades normais na Casa do Consolador e após sua habitual oração final, Mônica começou a falar involuntariamente sobre eventos que aconteceriam em 2004 , tentava parar e não conseguia.

Então, neste dia, ao começar  as atividades com o público, Mônica soltava palavras sem controle, foi quando  um ser apresentou-se utilizando a voz da Dra. Mônica. Dizia ser um ser das estrelas que gostaria de realizar um trabalho junto a Casa do Consolador e pediu que aguardasse contato.

Meses depois, Mônica estava no banho quando percebeu uma movimentação estranha no recinto. Ao sair do banheiro, ela avista um ser feminino, alto, acima dos 2,50m, de fisionomia bonita mas perceptivelmente não humana.

Ela, o ser, levantou a mão dizendo:

“- Saudações! Eu sou Shellyana e vim lhe fazer uma proposta de trabalho: Eu trago uma forma nova de cura para o seu povo e você divulga porque o meu povo está aqui…”

Shellyana também impôs alguns pré requisitos a Mônica:

1 – Você não pode beber nenhum refrigerante ou derivado de cola.

 2 – Você não pode comer carne.

3 – Você deve ir e falar aonde te chamarem, desde que seja um lugar sério e que busque a verdade sobre nós.

Então, após Mônica concordar com os termos, os seres começaram a trabalhar dentro da Casa do Consolador, começaram a se manifestar fisicamente, os videntes começaram a ver os pequenos Greys e também os seres provenientes da civilização de Shellyana, o que gerou uma retirada em massa dos médiuns mais velhos da casa, pois simplesmente não aceitavam a presença de extraterrestres, inclusive alguns taxavam a Dra. Mônica de louca. Pois bem.

Estamos aqui

A cada final de ano, a Casa do Consolador exerce um trabalho na praia a beira mar. Nesta ocasião, Mônica foi alertada pelos alienígenas que naquela noite eles iriam mostrar-se para todos no evento. Sem avisar ninguém, Mônica seguiu suas tarefas e ao final dos trabalhos, as 181 pessoas presentes presenciaram por cerca de 20 minutos um verdadeiro espetáculo fornecido pelos extraterrestres. A partir de então, estes seres passaram a se manifestar e trabalhar com cura através de cirurgias, que tais consciências chamam de Transdimensionais.

Drª Mônica explica que o sistema de cura destes seres se dá através do campo atômico, eles não trabalham os órgãos e membros físicos, eles agem diretamente no campo energético que está levando ao desajuste do campo atômico do corpo físico.

Mensagem extraterrestre

Eu convivo com seres de evolução muito maior do que a nossa, e eles vivem em mundos maravilhosos, não tem dinheiro, tudo é troca de serviços, eles tem lazer, eles não tem doença, eles vivem em paz, a natureza é exuberante, eles respeitam a natureza, não tem catástrofes naturais… é tudo em equilíbrio; E eles mostram que a terra é linda e nós podemos viver num planeta com o mesmo equilíbrio.

CASA DO CONSOLADOR

Rua Guapiaçu, 75 – Saúde, São Paulo – SP, 04024-020, Brasil

Para maiores informações, acesse o site da Casa do Consolador e saiba tudo sobre este incrível projeto interplanetário: casadoconsolador.com.br


Confira abaixo, uma série de vídeos que revelam e esclarecem mais sobre a Drª Mônica e sobre o seu trabalho de cura desenvolvido juntamente com seres extraterrestres.




Original Outro Mundo | casa do consolador | tvmundomaior