Arquivo Nacional; Documentos e gravações de pilotos brasileiros sobre avistamentos de OVNIs estão liberados

Documento e gravações confidenciais da aeronáutica brasileira, mostram relatos de pilotos de avião sobre o avistamento de OVNIs, objetos voadores não identificados.

O fim do sigilo permitiu o acesso a esse material que agora foi aberto ao público no Arquivo Nacional no Rio de Janeiro. A maioria dos arquivos ostenta o carimbo de [CONFIDENCIAL].

só apartir de 2010 que a aéronáutica começou a liberar registros do aparecimento de OVNIs no Brasil. A cada ano, o arquivo nascional, no Rio de Janeiro recebe um novo lote. Os registros começam em 1952. São cerca de 800 documentos e 16 gravações entre torres de controle e pilotos de avião que relatam estar sendo acompanhados por objetos luminosos não identificados.

Arquivo Nacional; Documentos e gravações de pilotos brasileiros sobre avistamentos de OVNIs estão liberados

Ouça abaixo uma Gravação entre Torre de controle e piloto de avião:

Sempre segue o mesmo padrão. Um objeto luminoso, sem som, que se movimenta para todos os lados e faz manobras que aeronaves tradicionais conhecidas pelo homem, não fariam.

Outras gravações arquivadas foram feitas em 19 de maio de 1986, dia conhecido como noite oficial dos OVNIs pela quantidade de objetos não identificados avistados nos céus de Goiás, Rio de Janeiro e São Paulo Foram 21 no total, segundo a aeronáutica, que chegou a enviar caças para perseguir os OVNIs sem sucesso.



Abaixo, gravação de piloto na Noite oficial dos Ovnis:

 

Arquivo Nacional; Documentos e gravações de pilotos brasileiros sobre avistamentos de OVNIs estão liberados

Fotos dos arquivos de um convite para partilhar informações sobre extraterrestres com o UFO Education Center, incluindo informações sobre as atividades do Centro, com destaque para algumas ocorrências observadas, e carta dirigida ao presidente Ernesto Geisel.

A medida que os arquivos chegam no Arquivo Nasciona, eles são organizados, digitalizados e então ficam disponíveis na internet. Hoje no arquivo nascional a sessão que reune esse conjunto de documentos ja é  uma das mais acessadas.

Confira abaixo a reportagem completa sobre o assunto:


Fontes: sian.an.gov.br | Jornal da Band |