CERN; Estranhas nuvens sobre o Colisor de Hádrons sugerem abertura de portal dimensional

Qualquer coisa anormal que acontece ao redor, ou próximo de Geneva, diz-se que a culpa é do Grande Colisor de Hádrons e de quem o fez, o CERN (sigla em francês para Organização Europeia para Pesquisa Nuclear). Aqui temos um outro caso, quando fotos e um vídeo apareceram na Internet, supostamente mostrando estranhas nuvens por sobre o GCH.

cern-NUVENS

Foto tirada por Dean Gill

O vídeo (narrado em inglês) é intitulado “What portal did CERN open now? Strange Clouds Hover Above the LHC”, ou em português, “Que portal a CERN abriu agora? Estranhas Nuvens Pairam Sobre o GCH”, e foi produzido por Freedom Times Fighter, um site que se autodescreve como “Uma Organização de Pesquisa que expõe o fim dos tempos…”

As fotos teriam sido obtidas em 24 de junho de 2016, por três fotógrafos que caminhavam juntos: Joëlle Rodrigue, Dean Gill e Christophe Suarez. Os relatórios climáticos relatam que para aquela data caiu alguma chuva, mas nada mais anormal foi notado. A qualidade das fotos é excepcional e o narrador do vídeo fala a respeito delas, assegurando que as imagens foram examinadas e são genuínas, não tendo sido editadas. Porém, não se fala como foram obtidas, mas os fotógrafos têm outras fotos de excelente qualidade em suas páginas da Internet. Eles também não relataram ter visto nada anormal, além da interessante tempestade.



nuvem-sobre-CERN-02

Foto tirada por Dean Gill

A coincidência das datas

O vídeo diz que as fotos foram tiradas no mesmo dia que era para iniciar o experimento AWAKE. Esse é nome dado ao experimento, o qual por si mesmo pode gerar teorias da conspiração, pois ‘awake‘ em inglês significa ‘acordado’, e aqui, na verdade, quer dizer Advanced Wakefield Experiment e é, de acordo com a CERN, “o primeiro experimento de aceleração Wakefield de plasma. Além de demonstrar como os prótons podem ser usados para gerar isto, AWAKE irá também desenvolver as tecnologias necessárias para projetos de longo termo para a aceleração de plasma impulsionados por prótons”. Embora a CERN tenha anunciado o primeiro facho de prótons em 16 de junho, nada pareceu ter ocorrido em 24 de junho.

Tudo que tem a ver com as nuvens sobre o CERN trás à memória o experimento CLOUD (nuvem em inglês), e este não é uma exceção. CLOUD significa experimento Cosmics Leaving Outdoor Droplets que usa uma câmara especial de nuvem no Próton Synchrotron para “estudar a possível ligação entre os raios cósmicos galácticos e a formação de nuvens”. Os experimentos são conduzido completamente dentro de uma câmera de nuvem.

nuvem-sobre-CERN-01

Foto tirada por Dean Gill

Um outro vídeo que anda circulando na web mostra nuvens estranhas  e fenômenos esquisitos sobre o LHC e que atribui os acontecimentos ao Grande Colisor de Hádros do projeto CERN. O vídeo foi intitulado de “O portal do CERN ? Estranhas nuvens pairam sobre o LHC”


Fonte: mysteriousuniverse.org